sexta-feira, 31 de março de 2017

Encontro-me em ti

Um abraço não chega.
Um beijo só é pouco.


Quero mais, quero-te inteira!
Dás-te em pedaços com um coração sem laços.


Perco-me em ti para me encontrar a mim!

Quero mais, quero-te inteira!
Mesmo que te entregues em retalhos, deixa-me ser eu a sentir cada um dos teus detalhes.


Amanhã é longe, hoje é tão difícil e ontem foi completamente impossível.


segunda-feira, 20 de março de 2017

Sabor amargo


Às vezes pergunto-me: "Como é que as coisas mudaram?".
E porquê que penso isto? Porque razão, tal situação, se instala na minha mente?


Porque em determinada altura algo mudou, mas não para melhor, qual foi o primeiro momento em que não houve disponibilidade, seja ela: mental, física ou simplesmente porque não nos apetece.

Aquela primeira resposta amarga, que deixa aquele dissabor, que gera um desprazer, que denota alguma displicência e que destrói qualquer paciência.

Todos nós fazemos isto? Todos nós já passamos por isto?
Não sei...


A mim deixa-me triste.


domingo, 19 de março de 2017

​​As escolhas que fazemos

Nem eu nem tu escolhemos ponta de corno, de absolutamente nada.
A vida escolhe por nós, e a vida simplesmente acontece, entre utopias, falhanços e todas as nossas loucuras.



sexta-feira, 10 de março de 2017

Adora-te a ti próprio

Adoro dormir contigo.

Adoro sentir-te.

Adoro derreter-me em ti.

Adoro a sedosidade da tua pele.

Adoro que não falhamos um abraço.

Adoro o quanto acreditas em nós.

Adoro que nunca desistes de mim.

Adoro adorar-te porque isso é adorar-me também.



quarta-feira, 1 de março de 2017

A viagem no tempo

Delirei e acabei a divagar que voltava atrás no tempo e te dizia:

"Vamos encontrar-nos daqui a 17 anos e vamos ser loucos um pelo outro. O melhor é começarmos já!"

A partir daí, não vimos amor mais pulcro, expressivo, puro e sincero.