terça-feira, 8 de novembro de 2016

O pedido

Eras tu quem eu queria, quem eu adorava. Porque era inocente? Porque não sabia?

Sofri durante anos, procurei-te todos os dias, mas nada fazia sentido, nada era o que eu queria.

Falta-me assim tanta transparência? Falta-me assim tanta coerência?

Vivi para me explorares, para te satisfazer, para te enaltecer.

Só te pedi que fosses a minha paixão, o meu amor, a minha salvação.



Sem comentários:

Enviar um comentário