terça-feira, 18 de outubro de 2016

Nunca digas nunca

Nunca te quis magoar e tu dizes que te magoei.

Nunca te quis a sofrer e tu sofreste.

Nunca te quis enganar e tu pensas que te enganei.

Nunca te quis ver chorar e tu choraste.
 
Nunca te quis mentir e tu julgas que te menti.

Nunca te quis maltratar mas maltratei-te.
 
Nunca te quis limitar e parece que te limitei.
 
Nunca te quis perder mas, mesmo assim, a vida impôs-me perder-te.

 


Sem comentários:

Enviar um comentário