quarta-feira, 26 de outubro de 2016

O impedimento

Divides amor em dois, separas, subtrais e retrais tudo o que só devia existir em uníssono.

Impedes a saída ou manifestação da consciência íntima que nos faz viver esta paixão.

Mas que raio de sentimento é esse? Mas que te passa pela cabeça num momento em que tens tudo aos teus pés e nada te chega? Nada te serve?

Das nozes que tiveste os dentes perdeste, da água que bebeste, do prato que comeste, com tudo ardeste!

 


Sem comentários:

Enviar um comentário