quarta-feira, 21 de setembro de 2016

A frieza e a dor


Como é possível que não consigas ver, que não consigas sequer perceber, que transpiras frieza, mágoa, dor ... Não mereço, não me conformo, não te admito.

Um abraço, um toque teu, um carinho, a tua afeição, serei assim tão cabrão?

Bastava um "desculpa", um "tens razão". Mas nunca tive a tua compreensão, assertividade ou atenção.


——————//——————
Nota para o próprio:
Casais que pedem desculpa, que dizem "gosto de ti", "amo-te", que se ouvem mutuamente, têm relações mais duradouras e felizes.


 



Sem comentários:

Enviar um comentário